Saiba a diferença entre mágica e ilusionismo

Mágica e Ilusionismo: Zan Zig performing with rabbit and roses, magician poster, 1899

Mágica e ilusionismo

Para alguns, mágica e ilusionismo podem ser considerados sinônimos, já que ambos definem a arte de encenar truques de desaparecimentos e transformações utilizando objetos, animais e até mesmo pessoas. Toda mágica é uma ilusão, logo o ilusionismo também seria uma mágica.

Para outros, a mágica é feita de forma mais aproximada da plateia, enquanto que o ilusionismo possui uma estrutura mais elaborada. Há opiniões controversas sobre essas definições mas, independente disso, precisamos concordar que a arte de encantar o público com truques é bastante antiga. Portanto, a criação da mágica e do ilusionismo parte da mesma história.

Quer saber mais sobre como tudo começou? Confira:

A mágica mais antiga

Até hoje, o registro mais antigo de uma mágica vem de um papiro egípcio escrito por volta de 2000 a.C. Nele relata-se o desempenho do mágico Dedi (também escrito Djedi ou Djedy) diante da corte do faraó Kéops. O documento histórico encontra-se no Berlin State Museum e acredita-se ter sido mil anos depois da morte de Dedi.

Entre os números relatados estão a capacidade de colocar a cabeça de volta em corpos decapitados e fazê-los voltar à vida. Em uma dessas apresentações, o faraó teria mandado colocar um ganso decapitado em um lado da sala e a cabeça de outro. Com a mágica, ele teria voltado à vida. O mesmo teria acontecido com um boi.

Se essa história é verdadeira nunca saberemos, mas fica a certeza de que o mágico Dedi deixou seu público bastante surpreso com o número.

A mágica na Europa

A mágica demorou para chegar na Europa em função do poder religioso naquela época, já que fazer mágica era proibido pela Igreja. Como as pessoas não imaginavam que se tratava de truques, acabavam achando que os mágicos eram realmente pessoas com poderes sobrenaturais – o que não era bem visto e fez muitos mágicos serem perseguidos.

Ainda assim, há alguns registros de mágicos que se apresentavam na Inglaterra e parte da Europa ocidental. Um desses mágicos, chamado Brandom, que viveu na Inglaterra durante o reinado de Henrique VII, estaria realizando uma apresentação no jardim da corte quando apontou para um pombo em cima de um muro.

Em seguida, ele teria desenhado um pombo parecido no chão e cravou um punhal no desenho, fazendo com que o pombo real caísse morto no chão. O rei, com medo de também ser uma vítima do mágico, o proibiu de fazer esse truque novamente.

Primeiro livro de mágica

Já no século XVI foi escrito um livro fundamental para a história da mágica no mundo: The Discovery of Witchcraft (A Descoberta da Bruxaria). Com 560 páginas, ele explicava os fundamentos usados pelos mágicos da época. A publicação dessa obra nos ajuda hoje a entender a história dessa profissão, mas também ajudou muito a diferenciar bruxaria e truques de mágica naquela época.

O fazendeiro Reginald Scot, morador do condado de Kent, na Inglaterra, foi quem escreveu a obra. Ele estava indignado com a crueldade das condenações por bruxaria e decidiu, então, aprender mágica com os artistas da época. Seu professor foi um francês chamado Cautares e os princípios ensinados na sua obra são usados até hoje.

Vale lembrar que o livro quase caiu no esquecimento após James VI assumir o trono inglês e considerar a obra profana. Ele mandou queimar todos os livros. Sorte que muitos sobreviveram e foram reproduzidos.

Após a criação da imprensa, no século XV, os registros ficaram mais fáceis e há muitos outros relatos sobre mágicas no decorrer dos tempos. O surgimento das apresentações de rua e os teatros também foram bem importantes para a divulgação da mágica e ilusionismo.

O surgimento da mágica também deu origem ao que conhecemos hoje por “ilusionismo” (como citei lá no começo do post). Porém, vale lembrar que ambos têm características bem parecidas, então considerar suas origens as mesmas não é errado.

Você tem outras informações sobre a origem da mágica e  ilusionismo? Compartilhe com a gente!

 

Metodologia Magicando

Mágica Grátis

1 thought on “Saiba a diferença entre mágica e ilusionismo

Leave a Comment