neuromagia

Neuromagia: O que é? E o que podemos aprender com ela?

O que é Neuromagia? E que lições ela já revelou que podemos aplicar em nossa vida.

O termo Neuromagia foi criado pelos neurocientistas Stephen L. Macknik e Susana Martinez-Conde ao iniciarem suas viagens pelo mundo do ilusionismo.

O termo significa basicamente o estudo de como nosso cérebro funciona e reage diante de truques de ilusionismo e prestidigitação. O porquê de sermos tão vulneráveis a esses truques, e quais as técnicas usadas pelos mágicos para nos enganar durante suas apresentações.

Stephen e Susana em seu livro Truques da Mente: O que a mágica revela sobre nosso cérebro, fazem uma vasta análise de truques famosos de ilusionismo, mágica e mentalismo. Buscam explicar como funcionam, e principalmente encontrar os efeitos causados em nosso cérebro que os permitem ser realizados com sucesso.

As lições finais para a vida, reveladas pela Neuromagia

Depois de toda a pesquisa de Neuromagia, os autores deixam ao final de seu livro algumas lições para a vida. Essas lições foram aprendidas durante toda a jornada na busca pelos segredos do cérebro e do ilusionismo. Conheça essa dicas:

  1. A execução de tarefas múltiplas é um mito. E os mágicos sabem disso. Por isso, usam a abordagem “dividir para conquistar”. Fragmentam a atenção do espectador para que ele não consiga se concentrar inteiramente em nenhuma parte do palco em determinado momento. Então, se você quer ter melhor concentração e foco em suas tarefas, prefira fazer uma de cada vez.
  2. Algumas pessoas como paranormais e vendedores dizem exatamente o que você quer ouvir. Quando desconfiar que alguém está tentando te ludibriar dizendo algo que você gostaria de ouvir, procure mudar sua história no meio do caminho. Por exemplo, você disse a um vendedor que está interessado em comprar uma televisão com um bom contraste e brilho, e então ele te apresenta um produto. Logo após isso, diga que na verdade você está interessado mesmo em um produto resistente e duradouro. Se o ponto forte do modelo apresentado por ele mudar, provavelmente ele não está sendo muito honesto em relação às reais características do produto, e sim está querendo dizer o que você gostaria de ouvir.
  3. Os mágicos sabem que a memória é falível. Quanto maior o tempo entre um evento e a tentativa de lembrança desse mesmo evento, menos precisa é a memória. Então, após acontecimentos importantes, guarde registros e anotações deles imediatamente.
  4. Os mágicos usam a simpatia e humor para fazer com que o espectador fique menos desconfiado, e assim menos atento para descobrir seus truques. Sabendo disso, você pode usar sua simpatia e charme para melhorar suas relações no trabalho, família e amigos.
  5. A nossa atenção foca em pequenas partes do mundo e oculta a maioria das outras coisas. Ao precisar tomar uma decisão difícil, faça uma lista de todas as informações a serem levadas em conta a respeito dessa decisão. E então, analise cada item individualmente e minuciosamente. Após isso, você terá um panorama geral, com base nos fatos concretos e em suas reflexões. Estará pronto para decidir.
  6. Temos poder de “telepatia”. Se você tem algo a esconder de um sócio, um cônjuge ou um policial, é melhor não fica pensando no assunto enquanto estiver na presença deles, para não ser traído por sua voz, seu olhar ou sua postura.
  7. Os mágicos também erram, e muito. Mas, ao contrário de nós, eles deixam de lado e seguem adiante, pois raramente as pessoas percebem. E você deveria fazer o mesmo.

Essas são lições deixadas pelos autores após sua pesquisa de Neuromagia, e que podemos aplicar em nosso dia a dia. Elas têm um cunho totalmente científico, pois nasceram após todo o estudo realizado com os truques de mágica e ilusionismo.

Essas lições são também um breve exemplo de como podemos aprender muito com a mágica, e aplicar esse conhecimento não só durante a realização de truques, mas também em diversas outras situações da nossa vida. Faça um bom proveito dessas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *