O Grande Houdini: conheça a história desse mestre dos truques

Grande Houdini

Harry Houdini é, de longe, o mágico mais famoso de todos os tempos. Ele tinha habilidades impressionantes como ficar minutos debaixo d’água e se livrar de algemas e correntes em situações de perigo.

Quer saber mais sobre a história desse mestre dos truques? Confira:

A história do Grande Houdini

O “Grande Houdini”, como ficou conhecido, na verdade se chamava Ehrich Weisz e nasceu em Budapeste, na Hungria, em 24 de março de 1874. Aos quatro anos emigrou com a família (os pais e sete irmãos) para os Estados Unidos. O sobrenome emprestado veio mais tarde inspirado no seu mestre, o ilusionista francês Jean Eugene Robert-Houdin.

A infância pobre fez com que o menino Ehrich Weisz tivesse que trabalhar para ajudar a família. O futuro mágico foi perfurador de poços, fotógrafo, contorcionista e trapezista, mas foi trabalhando como ferreiro que ele aprendeu os truques que depois o levariam à fama.

Foi nesse trabalho, inclusive, que ele descobriu que poderia abrir algemas com uma pinça. Ao ser encarregado de abrir uma algema cuja chave o policial tinha perdido, ele desenvolveu a forma com que depois se livraria delas nos seus truques.

Seu pai era o Rabino Mayer Samuel Weisz, que na América se tornou Rabino da Congregação Sionista. Como religioso, era contra a vida artística do filho e queria que ele seguisse os passos da congregação. Mais tarde, no entanto, ele acabou se convencendo do talento do filho.

Ehrich estava cansado de ser chamado de “o filho do rabino” e, por isso, começou a usar o nome artístico Harry Houdini. Em 1893 ele e os irmãos criaram o show “The Houdini Brothers” e durante uma das apresentações Houdini conheceu a americana Bess Rahner. Bess casou com Houdini e passou a ser sua assistente de palco.

O boom da sua carreira ocorreu em 1899 quando um empresário uniu as apresentações de Houdini às dos grandes mágicos da época. A grande atração do seu show era o “Handcuff Act”, quando Houdini precisava se livrar da caixa onde estava preso. Esse truque lhe rendeu muita fama e fortuna e ele se apresentou em vários países da Europa. Depois foi a vez da América. Entre 1907 e 1910, Houdini impressionava com suas fugas nas mais diversas situações.

O ápice do sucesso se deu em 1912 com o ato chamado “Chinese Water Torture Cell”. Ele era suspenso pelas pernas dentro de um “aquário” de vidro cheio de água e ficava totalmente imobilizado. Surpreendentemente ele conseguia se soltar, pra alegria da plateia.

Os truques que vieram em seguida tinham o mesmo nível de dificuldade. Até hoje muitos deles não foram totalmente desvendados, mesmo que ele tenha contado sobre a maioria deles em um livro.

Houdini também trabalhava desmascarando golpistas, principalmente de médiuns da época que diziam se comunicar com os mortos. Ele queria provar que magia não existia e acabou desvendando muitas fraudes.

Morte

A morte de Houdini ainda gera bastante discussão. A versão oficial indica que ele morreu em Detroit, nos Estados Unidos, em 31 de outubro de 1926 de peritonite, uma inflamação (provocada por uma bactéria ou um fungo) do peritônio – tecido que reveste a parede interna do abdômen e recobre a maioria dos órgãos da região abdominal.

Uma versão da história diz que um estudante da época confrontou Houdini perguntando se ele realmente aguentava qualquer pancada. Ao receber a resposta afirmativa, o estudante o golpeou no abdômen. Mesmo sentindo dores, ele não procurou ajuda médica. Como ele já estaria sofrendo de apendicite, a morte viria de qualquer maneira. Segundo essa versão, o estudante apenas “adiantou” a tragédia.

Houdini fez sua última apresentação no Teatro Garrick em Detroit, Michigan, em 24 de outubro de 1926, mesmo com febre de 40ºC e já com diagnóstico de apendicite aguda. Depois do show foi levado ao hospital e morreu por hemorragia do apêndice cinco dias depois, aos 52 anos de idade.

Outra versão diz que ele teria sido assassinado por envenenamento, já que acabou prejudicando muitos médiuns da época desvendando fraudes dos que lucravam enganando as pessoas com supostos poderes de clarividência.

Sua morte é mais um dos mistérios da vida de Houdini, e até hoje não foi totalmente esclarecida.

A biografia de Houdini é mesmo impressionante. Que outros detalhes da vida desse mágico você gostaria de saber? Deixe um comentário!

Metodologia Magicando

Mágica Grátis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *